Foto: Lula Marques

O deputado Federal Frei Anastácio (PT/PB) assinou a coautoria do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 534/2020, que anula a Resolução do Ministério da Economia, número 126, que reduz, a zero, o imposto de importação de pistolas e revólveres. “O Brasil está precisando de geração de emprego, comida para matar a fome do povo e vacina contra o coronavírus, não de armas”, disse o deputado.

O parlamentar ressaltou que é chocante ver o governo, em plena pandemia, com mais de 180 mil mortes, preocupado em armar o povo. “Enquanto isso, Bolsonaro não faz nenhum esforço para garantir a vacina para a população brasileira. Ele faz é desestimular a nação a se imunizar contra o coronavírus, de forma irresponsável”, afirmou.

De acordo com o PDL, “estamos vendo o crescimento da violência, com acréscimo nas taxas de mortalidade por armas de fogo. Hoje temos uma taxa de 72% dos homicídios ocorridos pelo emprego de arma de fogo, segundo o IPEA e o Fórum de Segurança Pública. No ano de 2018, 41.179 pessoas foram assassinadas através do emprego de armas de fogo”.

Frei Anastácio lembra ainda que mesmo com o isolamento social, os números de assassinatos por armas de fogo não caíram. “No primeiro semestre de 2020, foram registradas 22.680 mortes violentas, 1.323 a mais que o mesmo período de 2019. O que será do nosso país com mais armas de fogo? A resolução do Ministério da Economia contraria o interesse nacional, tanto do ponto de vista econômico, como do social. Apesar da decisão do STF suspendendo a resolução do Governo, estamos com esse projeto para garantir a anulação dessa ação violenta do governo”, conclui.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here