O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) elogiou a posição dos governadores por decidirem congelar o ICMS sobre os combustíveis durante 90 dias, assunto já determinado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária, numa tentativa de frear o peso no bolso da população diante dos constantes aumentos autorizados pelo Governo Federal.

Segundo Frei Anastácio, essa medida adotada pelos governadores mostrará, na verdade, onde está o problema dos aumentos nos combustíveis. “Com certeza de início teremos um alívio, mas se o governo Bolsonaro continuar com os reajustes, como vem fazendo, o sufoco continuará”, disse o deputado. 

Frei Anastácio argumentou que essa ação dos governadores mostrará que não basta só reduzir, ou congelar ICMS. “O verdadeiro motivo está na política de dolarização dos preços da Petrobras. Essa medida tomada pelos governadores mostrará à população que a culpa pelos preços altos dos combustíveis não é só em consequência da cobrança do ICMS. O problema principal está nos constantes aumentos autorizados pelo governo”, disse.

Lucro da Petrobras

O parlamentar relata que só este ano, a gasolina já teve reajuste de 74% e o diesel já subiu 65 por cento. “Só no terceiro trimestre deste ano, a Petrobras já lucrou R$ 31,1 bilhões. Esse lucro está sendo extraído do bolso do povo brasileiro, que é dono de 51% das ações da estatal. Para o povo só resta sacrifício e o lucro vai para os acionistas. Ou seja, o povo que é dono da maior fatia não tem benefício algum, só prejuízo. É uma política totalmente selvagem contra a nação, implantada desde o governo golpista de Temer. É preciso que essa política seja mudada para resolver o problema e o massacre ao povo”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here