Frei Anastácio elogia postura de Ricardo Coutinho em manifestação

12439407_985920388162613_1922226318312528886_n (1)

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) elogiou a posição do governador Ricardo Coutinho na manifestação realizada ontem (31), em João Pessoa, em favor do governo Dilma e contra o golpe. “O governador foi para a multidão para dizer que a Paraíba que nunca se calou, não terá nunca um governador covarde. Isso merece meu respeito e admiração pela coragem que ele está tendo de contrariar até mesmo a orientação nacional de seu partido”, disse o deputado.

Frei Anastácio já fez vários registros na tribuna da Assembleia Legislativa, destacando a posição tomada pelo governador Ricardo Coutinho. “Desde o início dessa tentativa de golpe à democracia, ele tomou posição e permanece firme. Ontem, o governador saiu às ruas, ao lado do povo. Assim como registrei na tribuna da Assembleia, estou novamente fazendo esse registro. Essa atitude merece o nosso respeito”, destacou.

Manifestação supera expectativas

Frei Anastácio disse ainda que as manifestações na Paraíba e no Brasil superaram as expectativas dos organizadores. “Uma grande parcela do povo, consciente, da Paraíba e do Brasil, mostrou mais uma vez nas ruas que o país não quer golpe à democracia. Impedimento sem crime é golpe, e é isso que estão querendo fazer com o governo Dilma”, destacou.

O deputado afirmou que só em João Pessoa, mais de 20 manifestantes saíram às ruas pela segunda vez. “O público que vai às ruas nas nossas manifestações, é formado por pessoas que sabem distinguir o que realmente está acontecendo no Brasil. É um público formado por artistas, sindicalistas, juristas, jornalistas, professores universitários, estudantes, lideranças dos movimentos sociais, partidários, eleitores de vários partidos, pessoas que não querem o golpe e políticos, a exemplo do governador Ricardo Coutinho. Isso frita os “coxinhas” que, em sua maioria, saem às ruas apenas para se divertir, tomar champanhe e posar nas colunas sociais dos jornais”, disse o deputado.

O parlamentar disse ainda que não acredita que o pedido de impedimento da presidente Dilma seja aprovado na Câmara dos Deputados. “Quem apostava que o desembarque do PMDB iria enfraquecer o governo se enganou. O PMDB é quem irá se afogar”, disse.

 

Leia também