O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) lamentou a morte  da Irmã Maria Naíse Leite, muito conhecida na região  de Guarabira por Irmã Naíse, que foi mais uma vítima da Covid-19. Ela faleceu ontem em um hospital de João Pessoa onde estava internada. 

“Essa irmã deixa um legado de mais de 40 anos de trabalho dedicado aos pobres. Sua partida para o Pai, deixa uma grande lacuna e muita saudade”, disse o deputado.

Frei Anastácio relatou que a Irmã Naíse trabalhava na Cúria Diocesana de Guarabira, com suas ações voltadas aos pobres, junto às comunidades eclesiais de bases, além de prestar relevantes serviços ao Movimento de Adolescentes e Crianças. “Era uma mulher totalmente dedicada ao serviço do Senhor. Ela está inserida no contexto do que disse o apóstolo Paulo: “combati o bom combate e guardei a fé”, disse o deputado.

Histórico – Fonte: Diocese da Guarabira

Irmã Naíse começou os seus trabalhos na Região Episcopal de Guarabira na década 70, secretariando, na época o então bispo auxiliar da Arquidiocese da Paraíba, Dom Marcelo Pinto Carvalheira. Após a Criação da Diocese de Guarabira pelo Papa São João Paulo II no ano de 1980, e com a Instalação Canônica da mesma no dia 27 de dezembro de 1981, sendo empossado o seu primeiro Bispo, Dom Marcelo Pinto Carvalheira, a Irmã Naíse foi nomeada chanceler da Cúria Diocesana, função que exerceu com esmero até o ano de 2016, desde então trabalhava como notária, assentando toda a história da Diocese de Guarabira em seus livros de tombo. Trabalhou junto a todos os pastores diocesanos que por aqui passaram, a exemplo de Dom Marcelo Pinto Carvalheira, Dom Frei Antônio Muniz Fernandes, Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena e Dom Aldemiro Sena dos Santos. 

A vida e história da Irmã Maria Naíse Leite se confundem com a história da Diocese de Guarabira, ao Deus da Vida, que é a Luz que brilha em meio as trevas (cf. Is 9,1) bendizemos e louvamos por ter presenteado à Diocese de Guarabira com a presença, vocação e missão da Ir. Naíse.

A Diocese de Guarabira consternada e enlutada, através do seu bispo diocesano, Dom Aldemiro Sena dos Santos, expressa suas sinceras condolências, pedindo a Deus pelo descanso eterno dessa serva fiel e humilde da Vinha do Senhor.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here