IMG-20190604-WA0028

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) parabenizou, hoje (12), na Câmara Federal, o empresário Roberto Cavalcanti por ter sido eleito o novo imortal na Academia Paraibana de Letras.

“Além de autor de livros, Roberto Cavalcanti é um cronista que leva a população a pensar e refletir sobre temas de relevância para o nosso Estado, a Paraíba, o Brasil e o mundo” disse Frei Anastácio.

O novo membro da APL foi eleito com a grande maioria dos votos para ocupar a 27ª cadeira da Academia. Roberto Cavalcanti é presidente do Sistema Correio de Comunicação e, além de Rádios, revistas, TV’s e portal, mantém em pleno funcionamento o Jornal Correio da Paraíba, onde é cronista. “É um dos poucos jornais que resistem à crise dos impressos no Brasil e se mantém firme. Eu, por exemplo, sou leitor assíduo do Correio”, afirmou.

De acordo com o parlamentar, o empresário administra o maior sistema de comunicação da Paraíba, com mais de mil empregos diretos. Ele também teve experiência política quando assumiu como suplente de Senador e teve uma atuação marcante, no Congresso Nacional.

“Portanto, deixo aqui meus parabéns ao mais novo membro da Academia Paraibana de Letras” concluiu o parlamentar.

Água contaminada por agrotóxicos

O deputado também usou a tribuna para denunciar que a população de João Pessoa pode estar consumindo água contaminada por agrotóxicos, em consequência de pulverização feita através de avião em plantações de cana-de-açúcar na bacia hidrográfica das barragens de Gramame e Mamuaba, em Cicerolândia, no município de Santa Rita.
“As plantações de cana ficam na bacia hidrográfica da barragem Gramame/Mamuaba, que abastece a cidade de João Pessoa. Os moradores da área onde fica a barragem dizem que quando é feita a pulverização, aparecem muitos peixes mortos na água do manancial”, disse o deputado que esteve na área para conhecer o problema de perto.

Na última segunda (10), o deputado se reuniu com o procurador-geral da República, na Paraíba, José Godoy, para que ele tomasse conhecimento da situação. “Essas denúncias são muito sérias. Precisam ser investigadas e os culpados punidos”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!