Manifestantes frente ALO deputado estadual Frei Anastácio (PT) foi o único parlamentar paraibano que participou das manifestações, realizadas hoje (15), contra o projeto de lei 4330, que prevê a regulamentação da terceirização no Brasil. Cerca de mil manifestantes fizeram uma caminhada por várias ruas da capital e concluíram o protesto com um ato em frente à Assembleia Legislativa, que estava cercada pela polícia militar e suspendeu a sessão que seria realizada hoje.

A manifestação pacífica, sem nenhum incidente, organizada pela CUT/PB, reuniu representações de diversas categorias de trabalhadores do campo e da cidade. Eles saíram com faixas e cartazes mostrando a insatisfação com o projeto de lei da terceirização, que já foi aprovado pela Câmara dos Deputados e irá agora para apreciação do Senado.

Segundo Frei Anastácio, que participou de toda caminhada pelas ruas, o projeto de lei é um retrocesso para a classe trabalhadora que irá perder direitos adquiridos com muita luta. “Entre as perdas estão o fim do 13° salário, extinção do descanso semanal remunerado e, entre outras coisas, permite a contratação de profissionais para quaisquer cargos na iniciativa pública e privada, sem concurso público”, explicou o deputado.

Frei Anastácio enalteceu a iniciativa da CUT em coordenar a manifestação. “É só através da ressonância das vozes das ruas, que iremos barrar esse projeto que vem de encontro aos trabalhadores e irá beneficiar só os ricos. Dessa forma, vamos nos manter mobilizados contra esse Congresso Nacional que está a serviço da burguesia do país. Só com a força dos movimentos sociais do campo e da cidade é que iremos barrar esse atentado aos direitos da classe trabalhadora”, disse Frei Anastácio.

Frei AL frente com Manifestantes

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!