WhatsApp Image 2020-05-17 at 19.11.11

 

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB), membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, faz um apelo público ao governador da Paraíba, João Azevêdo, pedindo que seja designado um delegado especial para apurar o assassinato do militante petista paraibano e agente Socioeducativo da Fundac,Gabriel Taciano, vítima de homofobia, justamente neste dia 17 de maio, Dia Internacional de Combate a LGBTfobia.

Gabriel havia saído de casa  desde ontem (16) e desapareceu. O corpo dele foi encontrado na tarde deste domingo, na praia de Jacarapé, em João Pessoa, com sinais que denotam requintes de crueldade. “Esperamos que o Governador do Estado determine com urgência, a abertura de inquérito para investigar, prender e punir com rigor o culpado, ou culpados por esse crime bárbaro”, disse o deputado.

O parlamentar destaca que Gabriel era uma pessoa muito querida e conhecida por todos que fazem o Partido dos Trabalhadores, em João Pessoa e no Estado. “Ele era militante político e ativista de várias causas sociais populares em nosso estado, além de ser um defensor intransigente dos Direitos Humanos. É um companheiro que deixa uma grande lacuna nas lutas em nossa cidade”, lamentou.

Segundo Frei Anastácio, o Brasil é o país que mais mata pessoas da comunidade LGBT nas Américas, e a Paraíba está em 5º lugar no número de assassinatos no país. “Não podemos permitir que mais um crime hediondo como esse de Gabriel fique impune. Esperamos que as autoridades da Paraíba ajam com rigor. O sangue de Gabriel clama por justiça”, concluiu o deputado.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!