Frei Anastácio pede providências para evitar vandalismo em assentamento no Sertão

fREI CONCEDENDO ENTREVISTA

O deputado estadual Frei Anastácio denunciou, hoje (13), a ação de vândalos que estão invadindo as terras do assentamento Floresta, em Sousa, no Sertão, para furtar o que resta da produção agrícola dos assentados, o peixe do açude e ainda causam incêndio na área. “Eu já enviei ofício ao secretário de Segurança Pública solicitando providências”, disse o deputado.

O parlamentar relatou que as denúncias foram recebidas pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, através de comunicação feita por escrito pelas famílias do assentamento. “As famílias estão sofrendo muito com a situação e pedem providências das autoridades”, disse.

Segundo as denúncias, os vândalos promovem pescaria no açude do assentamento, que já está com pouca água, utilizando técnicas de sufocamento dos peixes. “Eles batem na água fazendo a lama subir, o que deixa os peixes sem oxigênio. Com essa ação, a água do açude também fica imprópria para consumo humano e animal, deixando as famílias prejudicadas, uma vez que o açude é a única fonte de abastecimento do assentamento”, denunciou.

As denúncias enviadas indicam que os invasores estão sempre no açude nas terças, quartas, sextas e também aos sábados agindo da mesma forma. “Os assentados já tentaram conversar com eles, mas não obtiveram êxito. Os homens se mostram agressivos e dizem que toda área pertence ao governo e que não deixarão de frequentar o local. Esperamos que o secretário tome as providências cabíveis para expulsar e punir os vândalos que estão prejudicando as famílias que trabalham e tiram seu sustento das terras do assentamento”, afirmou o deputado.

Leia também