Frei Anastácio pede que Assembleia se posicione contra extinção de 50 zonas eleitorais na Paraíba

DSC_0083O deputado estadual Frei Anastácio advertiu, hoje (14), na Assembleia Legislativa, que a Paraíba poderá ter cerca de 50 zonas eleitorais extintas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que está planejando realizar essa redução em todo o Brasil, como forma de economizar.

“Estou solicitando, através de requerimento, que a Assembleia Legislativa crie uma comissão suprapartidária para discutir o assunto em conjunto com a Associação Paraibana do Ministério Público e  Associação dos Magistrados da Paraíba, que são contra a redução”, disse o deputado.

O deputado alega que essa medida irá trazer prejuízo para os eleitores, porque levará uma maior concentração de pessoas em cada zona eleitoral. “Ora, se o povo já não está querendo mais votar, imagine sabendo que irá enfrentar longas filas. Além disso, pela proposta do TSE, algumas cidades poderão até ficar sem zona eleitoral, e os eleitores serão obrigados a se deslocar para outros municípios para votar. Isso é um absurdo”, disse o deputado.

Eleitor longe das urnas

Frei Anastácio adiantou que essa redução já poderá ocorrer nas eleições de 2018.  “Se isso acontecer, a abstenção irá aumentar assustadoramente. Para o eleitor, será muito melhor aproveitar o feriado das eleições, depois pagar a multa e ficar em dia com a justiça eleitoral, do que enfrentar longas filas para votar. Por tanto, vamos ficar atentos para mais essa medida ruim para o povo”, disse.

O deputado enfatizou que a população que já está sendo massacrada com as reformas do governo golpista, “agora vem o TSE, sem moral, com essa ideia de reduzir as zonas eleitorais. Essa minha advertência, na Assembleia, surgiu a partir de um ofício que o nosso mandato recebeu da Associação Paraibana do Ministério Público e da Associação dos Magistrados da Paraíba, que estão muito preocupadas com essa medida do TSE”, disse.

Leia também