Frei Anastácio prioriza agricultura familiar com emendas ao orçamento de 2018

22045713_1518813818206598_5648666897402493736_n

O deputado estadual Frei Anastácio apresentou 15 emendas, ao orçamento do Estado para 2018, no valor R$ 2,6 milhões que levam benefícios para 30 municípios do Estado, principalmente para a Agricultura Familiar. “Entendemos que a agricultura familiar é a principal responsável pela produção dos alimentos que são disponibilizados para o consumo da população brasileira. São mais de 71% dos alimentos que chegam à nossa mesa”, disse.

As emendas proporcionam acesso às Políticas Públicas e Programas contextualizados para a sustentabilidade da agricultura familiar e do Semiárido; desenvolvimento produtivo e inserção no mercado competitivo (PROCASE). Os recursos também irão para modernização das Centrais de Recebimento de Produtos da Agricultura Familiar e inserir jovens rurais na inclusão produtiva através do Crédito Rural, produção e distribuição de sementes. No total foram destinados cerca de R$ 1,5 milhão para iniciativas ligadas a agricultura familiar.

Esse total de recursos contemplam unidades orçamentárias como a Secretaria de Agricultura Familiar, o Fundo de Desenvolvimento Agropecuário do Estado da Paraíba, Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú.

“Contemplamos ainda a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano. Também direcionamos recursos para melhoria da infraestrutura rural, voltada a Construção e Recuperação de Cisternas e Recuperação, Perfuração e Instalação de Poços e Dessalinizadores e Construção de Casas Populares na Área Rural. Para essas iniciativas destinamos cerca de 700 mil reais”, disse.

Crianças e adolescentes

O parlamentar também destinou recursos para iniciativas ligadas ao cuidado de crianças e adolescentes em medidas socioeducativas do nosso estado. “Sabe-se que hoje, em um contexto nacional, existe uma grande ineficiência no que tange ao sistema socioeducativo e prisional do nosso país. Sabemos também que as medidas tomadas muitas vezes não trazem resultados que realmente intervenham sobre a realidade. Diante da falta de recursos necessários para gerar uma efetividade dos programas ligados a essa área, destinei R$ 300 mil para construção e ampliação de unidades de atendimento, para qualificação profissional e trabalho de adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa de restrição e privação de liberdade”, informou. Frei Anastácio também destinou recursos para a manutenção do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente e incentivo à produção Artística e Cultural no Estado da Paraíba.

Leia também