Frei 28_07

O projeto de Lei 4346/2019, de autoria do deputado federal Frei Anastácio (PT/PB), em tramitação na Câmara Federal, propõe no Plano Nacional de Viação duas novas ligações rodoviárias do Estado da Paraíba com o Estado do Ceará, a partir de Itaporanga, Diamante, Ibiara e Conceição, num total de 181 quilômetros de estradas.

O projeto de lei inclui no Plano Nacional de Viação (PNV), duas novas ligações rodoviárias no Estado da Paraíba. Com 69 quilômetros, o traçado da primeira via espelha a somatória dos trajetos da PB-361 e da PB-404, a partir de Itaporanga, passando por Diamante, Ibiara e Conceição, cidades situadas no sudoeste do Estado, até alcançar a divisa com o Estado do Ceará. O trajeto de 112 quilômetros da segunda via corresponde ao trecho da PB-400, que interliga as cidades de Conceição a Cajazeiras.

“A promoção do desenvolvimento regional, com maior integração social e econômica, será mediada pelas ligações que propomos na jurisdição federal, ao incluir os trechos rodoviários na Relação Descritiva das Rodovias do Sistema Rodoviário Federal”, disse Frei Anastácio.

Benefícios da Obra

Visando a dinâmica econômica e comercial da região, Itaporanga polariza a micro região do Vale do rio Piancó, composta por dezoito municípios, entre os quais se destaca Conceição, cuja economia tem por base a agricultura.

Cajazeiras, situada a oeste da Paraíba, tem no setor terciário sua maior fonte de recursos, no qual o comércio e serviços despontam como importantes atividades econômicas. A cidade conta com vários estabelecimentos de ensino superior, entre os quais o Campus da Universidade Federal de Campina Grande, que oferece curso de Medicina e Direito já reconhecido pelo Ministério da Educação. Também se destacam no setor secundário, por sediar um distrito industrial, localizado a três quilômetros da zona urbana, com indústria alimentícia, têxtil, de construção, couro, fiação, sucata, tinta e tecelagem.

“Itaporanga e Cajazeiras constituem polos de influência regionais em relação ao comércio e serviços. As vias estruturadas atrairão mais compradores e pessoas em busca das facilidades por elas ofertadas, além de facilitar o deslocamento da população”, concluiu Frei Anastácio.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!