O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) apresentou o requerimento nº 12/2021 que solicitando a criação, na Câmara Federal, de uma subcomissão especial para avaliar a situação do abastecimento alimentar no Brasil,  a carestia dos alimentos e o avanço da fome no país.

“Com as prioridades governamentais focadas para o setor agroexportador, observa-se a fragilização das estruturas de produção e abastecimento dos alimentos essenciais da dieta básica dos brasileiros. Além disso, os estoques públicos desses alimentos jamais estiveram tão baixos, ao ponto de não haver um único produto entre o arroz, trigo, feijão, farinha de mandioca e milho com estoque suficiente para um dia do consumo correspondente”, justifica o requerimento.

De acordo com o deputado, “mesmo com a crise bruta de renda da população mais pobre do país, observamos desde 2020 o fenômeno da inflação dos alimentos, para o qual, a insuficiência da oferta de vários desses produtos tem figurado entre as suas principais causas. Até os estoques da Conab estão reduzidos. Os agricultores e produtores rurais também reclamam do preço do milho, que está acima de R$80 a saca, e não existe estoque regulador”, observou. 

Aumento da fome

Frei Anastácio enfatizou que as prioridades do mercado externo têm sido tão absurdas, que o óleo de soja foi o líder no crescimento dos preços com inflação nesse período com 87.6% de aumento, assim como a carne bovina teve inflação média de 36% nos últimos 12 meses. “Esses aumentos atingem de forma cruel as camadas de renda mais baixas da população. Somado a isso, vem o corte no auxílio emergencial, com valor de 15% do que era pago no ano passado, que ampliará de forma exponencial o contingente da população pobre que ficaram sem acesso ao alimento e consequentemente aumento da fome”, disse.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here