O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse que repudia com revolta, a intervenção feita pela direção nacional do partido, na convenção da legenda em João Pessoa, para indicar o nome do ex- governador Ricardo Coutinho para a cabeça de chapa.

“Na verdade, Ricardo Coutinho está querendo se apoderar do PT, não por interesse na sigla, mas simplesmente pelo nosso tempo de TV no guia eleitoral. Ele quer apenas usar o nosso partido, durante a campanha eleitoral, e depois descartar como já fez com vários outros”, afirmou.

O parlamentar relatou que uma prova disso está na falta de consideração que Ricardo teve com as instâncias do PT de João Pessoa e a direção estadual do partido. ” Em nenhum momento, Ricardo procurou nenhuma liderança para debater o assunto, em torno de uma construção partidária entre PT e PSB pensando no futuro de João Pessoa. Ele agiu direto pressionando a direção nacional. Isso foi feito sob a cobrança do ativo de ter ficado ao lado de Lula e Dilma nos momentos de impeachment e condenação do ex-presidente”, relembrou.

Mas, segundo o parlamentar não é assim que se constrói na política. “A forma como a direção nacional agiu, para atender aos caprichos de Ricardo, deixa o PT da Paraíba profundamente abalado e sem qualquer disposição de continuar na campanha, com essa composição intervencionista”, afirmou.

O deputado disse ainda que, “na condição de parlamentar e militante, não tenho ânimo algum para defender os ideais do PT, na disputa pela prefeitura de João Pessoa, diante dessa intervenção que foi imposta sem nenhum tipo de diálogo, e total desdém à direção estadual e direção municipal do PT de João Pessoa. É um momento de muita tristeza para filiados,militantes e simpatizantes que estavam prontos para conquistar a prefeitura da capital, com uma chapa progressista e limpa,formada por Anísio e Percival. Essa intervenção sepulta mais um sonho do PT de João Pessoa”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here