WhatsApp Image 2019-07-25 at 13.09.33

 

O deputado Federal Frei Anastácio disse que Bolsonaro mostrou, mais uma vez, sua total falta de atenção e respeito para com o trabalhador Brasileiro, ao publicar a Provisória 927/2020  (MP da fome),ontem (22). “Ele só revogou o artigo da suspensão dos salários, porque houve revolta em todo o país. É um governante desumano”, afirmou o deputado.

O artigo da Medida Provisória da fome 927/2020, revogado, permitia a suspensão dos contratos de trabalho, na iniciativa privada, por quatro meses, sem salários para o trabalhador. “Além de destruir a segurança social e trabalhista no Brasil, Bolsonaro tentou dar mais um golpe mortal contra a classe trabalhadora”, disse.

O parlamentar reforça que enquanto muitos países, a exemplo da França, Reino Unido, Itália e Estados Unidos, procuram proteger o emprego e a renda, durante a pandemia do Coronavírus, no Brasil, o Presidente da República procura proteger apenas a classe patronal. “Essa suspensão de salários poderia provocar um caos social no Brasil, com saques e outros tipos de ação do povo que ficaria sem condições de manter suas famílias”, advertiu o deputado.

Frei Anastácio acrescentou que o Congresso tem 120 dias para votar a MP 927. “Vamos analisar muito em cada artigo. Votarei contra qualquer um que traga prejuízo para o trabalhador”, afirmou.

O deputado afirmou que o governo tem que procurar alternativas para arrecadar recursos, com urgência, cobrando  aos grandes devedores da Previdência, taxando as grandes fortunas do país e pode usar as reservas externas de R$ 380 bilhões, que os governos do PT deixaram”, sugeriu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!