O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) registrou solidariedade aos servidores do Banco do Brasil, durante sessão na Câmara, pelo avanço do plano de fechamento de agências da instituição, que provocará a demissão de milhares de funcionários. “Bolsonaro mudou o presidente do Banco do Brasil alegando que seria para contar o fechamento das agências. Mas, foi mais uma mentira desse governo destruidor”, disse o deputado.

Frei Anastácio relatou que o atual presidente do BB confirmou, em entrevista à mídia, que não está enfrentando nenhuma interferência de Bolsonaro para parar com o fechamento das agências. “Ele afirmou que dará seguimento ao plano estratégico da gestão anterior, que prevê o corte de R$ 10 bilhões até 2025. Infelizmente, o custo desse corte será o fechamento de agências e demissão de funcionário”, lamentou o deputado.

Frei Anastácio lembrou ainda que na entrevista, o presidente do BB afirmou que o fechamento de 361 agências já está em fase avançada e que cinco mil funcionários já foram desligados da instituição.

“O pior é que o presidente do BB não garante que não haverá mais agências fechadas e mais desligamentos de funcionários, ou seja, mesmo depois desse baque enorme, ainda pode haver outros. Enquanto isso, milhares de famílias seguem sentindo as consequências das demissões e centenas de municípios ficarão sem  acesso aos serviços do banco, que em muitas cidades é a única instituição bancária presente ”,concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here