Frei Anastácio tem alta e fica afastado das atividades 45 dias

 IMG_20180319_093410105

Depois de oito dias internado no hospital da Unimed, em consequência de um infarto, o deputado estadual Frei Anastácio (PT) está de alta e já se encontra em casa de licença médica. Por determinação da equipe médica, ele passará 45 dias afastado das atividades parlamentares na Assembleia Legislativa.

A atestado de licença médica de Frei Anastácio foi assinado pelo cardiologista Helman Campos Martins, que comandou a equipe que realizou a angioplastia no parlamentar que estava com as duas coronárias 90% obstruídas. Depois de trinta dias, o parlamentar passará por uma avaliação da equipe médica para saber como está o quadro de recuperação.

Frei Anastácio disse que foi muito bem tratado na Unimed por toda equipe, desde o pessoal de apoio, técnicos, enfermeiros e administração. “Em nome dos doutores Renato Vieira Barros e Helman Campos, quero agradecer de coração a toda equipe pela rapidez com que me atenderam no domingo, quando cheguei infartado, e durante os oito dias que passei internado no hospital. Não tenho do que reclamar. Tenho certeza de que a rapidez com que me atenderam foi primordial para salvar minha vida. Que Deus abençoe a todos e todas”, disse.

Frei Anastácio agradeceu ainda aos assessores do mandato dele que durante esses oitos dias se dedicaram no apoio, tanto nas atividades da Assembleia, quanto na assistência no hospital. “Quero ainda agradecer a toda minha família pelo apoio e presença marcante junto a mim no hospital, especialmente às minhas irmãs e sobrinhos, que estiveram sempre presentes. Agradeço de coração também a todos e todas que oraram e rezaram por mim e aqueles e aquelas que telefonaram e enviaram mensagem de apoio durante esses dias que passei internado. Agradeço ainda a minha Província, através dos meus confrades franciscanos pelo apoio e oração e aos colegas parlamentares que me apoiaram. Que Deus abençoe a todos. Sinto-me muito bem, disposto e confiante para retornar às atividades. Mas, irei atender as recomendações médicas para retornar ao trabalho em plena recuperação”, destacou.

Leia também