Inauguração popular da transposição na PB fortalece oposição a Temer no Nordeste

O deputado estadual Frei Anastácio (PT-PB) disse, hoje (16), no plenário da Assembleia Legislativa, que a vinda de Lula e Dilma a Monteiro, para a inauguração popular da Transposição do Rio São Francisco será um dos maiores atos políticos que a Paraíba já registrou e fortalecerá ainda mais a oposição a Temer no Nordeste. “Será uma verdadeira festa do povo e tenho certeza que entrará para a história da Paraíba”, declarou o parlamentar.

O deputado espera um público acima de 30 mil pessoas, de todas as regiões da Paraíba e de estados vizinhos. Os governadores do Piauí, José Wellington Barroso, Camilo Santana-CE e Rui Costa-BA, além do governador Ricardo Coutinho, senadores, deputados federais e estaduais, representantes dos movimentos sociais do campo e da cidade e intelectuais estarão presentes na inauguração.

Na programação do próximo domingo (19), uma extensa agenda tanto para os ex-presidentes Lula e Dilma, quanto para a comitiva que vem acompanhando o responsável por conseguir tirar do papel e iniciar a maior obra de hídrica do país. Eles vão chegar a Monteiro por volta das 11h e farão um ato público nas margens da transposição. O ato terá participação de diversas autoridades, liderança políticas, dos movimentos sociais do campo e da cidade, sindicatos, artistas e intelectuais, além do povão que irá participar desse ato. Há a expectativa de que os dois ex-presidentes tomem banho nas águas da transposição. Assim que chegar a Monteiro, a comitiva segue até o canal da transposição para o plantio de várias mudas de árvores.

A programação prevê para o meio dia uma caminhada, até o centro da cidade de Monteiro. Às 12h30, haverá o Ato Político e Popular, onde a Assembleia Legislativa entregará o título de cidadão paraibano a Lula e a medalha Epitácio Pessoa a ele e a Dilma. “Caravanas de várias partes da Paraíba estão programadas para prestigiarem o ato e várias autoridades estão presentes. Também foi confirmada a presença de intelectuais como Chico Buarque de Holanda”, anunciou Frei Anastácio.

 

Leia também