Lideranças petistas de 80 municípios participam de encontro, em João Pessoa

 28379372_1662878890466756_3922585239871702609_n

Cerca de 200 representantes de 80 municípios de todas as regiões do estado participaram, hoje (03), do Encontro Estadual que o mandato do deputado estadual Frei Anastácio (PT) realizou no Hotel Caiçara, em João Pessoa, para avaliar a atuação do parlamentar, a conjuntura estadual e nacional. “Foi um encontro muito positivo que serviu para fortalecer nosso mandato, cada vez mais, e refletir sobre os cenários políticos da Paraíba e do Brasil”, disse o deputado.

28471810_1662948487126463_8937169491137902124_n

O encontro teve participação do pré-candidato a governador do estado, João Azevedo, que no início da tarde proferiu palestra sobre a situação do estado e o que precisa ser feito para a Paraíba melhorar. Em resumo, ele disse que o Estado está bem melhor do que há sete anos, em todas as áreas, sobretudo, em estradas e recursos hídricos. “Se o estado mantiver o mesmo investimento do governo, em três anos teremos a nossa segurança hídrica garantida em toda a Paraíba”, destacou.

Vereadores, vice-prefeito, lideranças do PT, trabalhadores rurais, representantes de associações, sindicatos, ONGs, militantes, eleitores, simpatizantes e movimentos sociais, a exemplo da Comissão Pastoral da Terra (CPT) participaram do encontro. “Todos esses participantes tiveram voz ativa para avaliar e sugerir ações para melhorar as atividades do nosso mandato”, disse o deputado.

Na análise sobre a conjuntura do Brasil, Frei Anastácio falou sobre a situação política da Paraíba e do país. Em relação ao cenário nacional, o deputado disse que Lula é a melhor solução para levar o Brasil de volto ao povo e ao crescimento econômico.

“Precisamos da organização da classe trabalhadora e de seus líderes para mudar a trajetória dessa política nacional, que tem a direita conservadora retirando direitos do povo e dos trabalhadores. Lula hoje é o candidato mais bem colocado em todas as pesquisas de opinião. Ao contrário do que pensam alguns teóricos da direita, a sua candidatura não é a sobrevida da esquerda. É uma candidatura que para o povo se mostra como a saída para levar o Brasil de volta aos trilhos do desenvolvimento e para a democracia do povo para p povo. Em síntese, com Lula ou sem Lula, a representação política-eleitoral da esquerda será forte o suficiente para disputar a eleição presidencial e ganhar”, disse.

Eleições na Paraíba

Em relação á Paraíba, Frei Anastácio argumentou que a saída da candidatura do prefeito da capital do páreo remete a preocupação de que está em curso, uma grande articulação de direita em torno da consolidação da candidatura do atual senador Cássio da Cunha Lima, um dos articuladores nacionais do golpe contra a Dilma.

“Em sentido mais amplo, o contexto da disputa na Paraíba nos faz também refletir sobre a necessidade de organizar as forças políticas de esquerda em torno de uma candidatura que as representem. Nesse contexto, precisamos ter em mente que também precisamos nos articular para, no mínimo, manter as nossas bancadas no parlamento estadual e no federal. Os dois deputados estaduais e o nosso federal estarão, mais uma vez, partindo para a disputa nessas eleições”, disse.

 

Leia também