Lula: prendam a minha carne, mas não prenderão minhas ideias; ASSISTA

Como já fez em outra ocasião, Lula lembrou de Tiradentes, que “foi esquartejado pra ninguém nunca mais pensar em independência e dali alguns anos ela aconteceu”

 

LULA
Em discurso a uma multidão, Lula mandou recado aos seus “algozes”, como definiu. “Quero dizer aos meus algozes: prendam minha carne, mas as minhas ideias continuarão soltas. Não vão prender nossos sonhos”.

“Não sei o que vai acontecer na Justiça. O que sei é que não respeito essa decisão. Porque do contrário quando minha bisneta crescer ela não vai me respeitar”, prosseguiu o ex-presidente. “Por isso quero dizer: estou candidato. Eu vou voltar para garantir a esse povo o direito de viver melhor”, assegurou.

Como já fez em outra ocasião, Lula lembrou de Tiradentes, que “foi esquartejado pra ninguém nunca mais pensar em independência e dali alguns anos ela aconteceu”.

“Já tem mais de 35 horas de Jornal Nacional sobre mim. Até o Louro José já tá falando de mim. O que eles não sabiam é que o povo me conhece. E duvido que eles tenham a consciência tranquila”, ironizou, em crítica à Globo.

“O problema não é o Lula, são os milhões de Lulas. Podem tentar acabar com o cara, contar a quantidade de mentiras que contam, liderados pela Rede Globo, podem tentar demonizar o PT”, disse ainda. “Eles estão lidando com um ser humano diferente. Porque eu não sou eu, eu sou a encarnação de um pedacinho de célula de cada um de vocês”, acrescentou.

Assista à íntegra do discurso

FONTE: wscom.com.br

Leia também