“Na votação em 2º turno, estarei presente para votar contra essa PEC do calote”

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) afirmou que mesmo ausente das atividades da Câmara, com atestado médico devido a um procedimento cirúrgico dentário, segue a posição da bancada do PT contra a aprovação da PEC dos precatórios, que ficou conhecida como PEC do calote. “Na votação em segundo turno, estarei presente e votando contra essa PEC do calote”, afirmou o deputado.

Frei Anastácio relatou que, na verdade, Bolsonaro está fazendo chantagem com a miséria do povo que passa fome para dar um dos maiores calotes da história. Ele está usando precatórios de profissionais da educação que ganharam na justiça o direito de receber esse dinheiro. Além disso, ele fura o teto de gastos, com o calote de R$ 95 bilhões nos precatórios”, disse.

Calote na educação

Frei Anastácio explicou que esses precatórios representam uma luta que vinha sendo travada há anos pelos profissionais de educação. “A proposta do governo é que esses precatórios sejam parcelados até 2024. Ou seja, um direito líquido e certo conquistado em processo que se arrastou por anos na justiça, referente a reajustes e outros benefícios que foram negados aos profissionais da educação, estão sendo retirados. Não sou a favor disso”, afirmou.

O parlamentar reafirmou que permanece firme e forte trabalhando e votando a favor da democracia, do povo e dos trabalhadores, e trabalhadoras brasileiros. “Podem contar comigo. A minha bandeira de luta, há mais de 40 anos, é estar ao lado do povo. Mas, não aceito chantagem, como essa que o governo está fazendo, de forma eleitoreira, usando a miséria do povo para aprovar essa PEC do calote. Deixo claro também que não sou contra nenhum programa para ajudar a quem passa fome. Mas, essa PEC é um calote nos profissionais da educação”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here