O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) parabeniza a população do município de Esperança, pelo aniversário de 95 anos de emancipação política, comemorado nesta terça-feira (1), e confirma a destinação de R$ 531 mil para Saúde e para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, no município. São R$ 300 mil para a unidade do IFPB e R$ 231.840,00 para a Saúde.

O deputado afirmou que está disposto a continuar ajudando a população do município. “Manifesto os meus mais sinceros sentimentos de alegria, ao parabenizar os meus conterrâneos e conterrâneas pela passagem dessa data tão importante na história de nossa cidade. Em nome do povo, na condição de deputado federal, continuarei contribuindo para o desenvolvimento de minha terra natal”, afirmou.

Frei Anastácio lembrou que Esperança é conhecida como o “lírio verde da Borborema”.  “Foi lá onde nasci e passei grande parte de minha vida. Só tenho a agradecer pelo acolhimento como político e filho da cidade, durante quatro mandatos de deputado estadual e na eleição para deputado federal”, agradeceu.

O parlamentar destacou que o povo de Esperança é formado por pessoas trabalhadoras e empreendedoras, tanto na produção agrícola como no comércio. “Como deputado federal farei o que for preciso para contribuir com o desenvolvimento de minha cidade. Essa emenda que estamos destinando para a educação é uma contribuição que estamos dando para ajudar a mudar a vida de jovens e adolescentes, através do saber”, destacou.

História

Nos primórdios, o território onde fica Esperança, era habitado pelos os índios Cariris, da tribo Banabuyê. Eles ofereceram muita resistência na defesa de suas terras. Mas, os portugueses conseguiram expulsá-los. O primeiro colono que tomou posse das terras de Esperança foi o português Marinheiro Barbosa. Sua casa foi construída perto de um reservatório de água (Tanque do Araçá), cuja localidade é hoje conhecida como “Beleza dos Campos”, hoje oficialmente bairro.

O primeiro nome do povoado foi Banabuyê, em alusão à tribo Cariri. Em 1860, foi construída a primeira capela, em cujo lugar atualmente se situa a igreja Matriz, pelo primeiro missionário católico a instalar-se na região, o Frei Venâncio. A igreja atual é a ampliação da antiga capela.

Outro nome que a cidade recebeu foi Boa Esperança, em 1872. Em 1908, foi criada a freguesia de Esperança. Esperança foi emancipada em 1 de dezembro de 1925, desmembrando-se de Alagoa Nova. O primeiro prefeito, por nomeação, foi o senhor Manoel Rodrigues de Oliveira. Teotônio Thertuliano da Costa foi o seu vice-prefeito. Dois antigos distritos do município se emanciparam politicamente: Areial (em 1961) e Montadas (em 1963).

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here