Padre Severino toma posse como vigário da Paróquia São Pedro e São Paulo de Mamanguap

O deputado Frei Anastácio participou da solenidade de posse do Padre Severino, como vigário da Paróquia São Pedro e São Paulo, em Mamanguape, na manhã de domingo. “Foi uma posse muito prestigiada, tanto por religiosos e fiéis quanto por autoridades da região, a exemplo de prefeitos, vereadores o ex-governador José Maranhão e muitas outras pessoas de destaque na sociedade paraibana”, disse Frei Anastácio.

Segundo o deputado, padre Severino é uma pessoa muito dedicada em tudo o que faz. “Por onde ele passou, deixou amizades e serviços prestados à comunidade, tanto como sacerdote como pessoa humana. Ele é uma pessoa muito bem preparada para qualquer atividade da vida, seja religiosa ou secular”, afirmou o deputado.

1011623_576650135756309_575988686_n

Saiba quem é o padre severino

Padre Severino dos Santos Melo nasceu no sítio Alívio, município de Pelõezinhos-PB, no dia 29 de maio de 1967, filho legítimo de Pedro Paulo de Melo e Maria dos Santos Melo, sendo o 6° dos 12  filhos da casa, recebeu o batismo no dia 09 de julho de 1967 na igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, em Pilões – PB.

Aos nove meses passou a residir com os avôs maternos: Severino Amâncio dos Santos e Virgínia Maria dos Santos, cumprindo-se um pedido do avô para com a sua mãe, ficando estes, responsáveis pela criação e educação do pequeno Silvo ou Sivô, como é carinhosamente chamado. Morou no sítio Belo Horizonte, a 1 km da cidade de Pilõezinhos, e a seis km da cidade de Guarabira – PB trabalhou como agricultor juntamente com seu avô até os 19 anos.

Seus primeiros estudos foram realizados em Pilõezinhos, no grupo escolar do sítio “Pedro Vieira”, estudou na Escola Estadual de 1° Grau John Kennedy, no bairro Novo e na Escola Estadual de 1° e 2° Grau Professor José Soares de Carvalho (Colégio Estadual de Guarabira), onde atuou na reorganização do grêmio estudantil, como também em outras escolas. Esteve presente nas justas greves dos professores ocorridas no estado. Em Guarabira, foi 1° suplente do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT), sendo atuante nos processos eleitorais.

posse padre severino

Desde cedo se interessou pelas coisas do Reino de Deus. Aos 7 anos de idade, recebeu a primeira eucaristia das mãos do Pe. Geraldo Pinto, na Igreja de São Sebastião em Pilõezinhos. Atraído pela dinâmica pastoral, desenvolvida na região do brejo Paraibano, pelo arcebispo Dom José Maria Pires, que logo enviou a Guarabira o bispo Dom Marcelo Pinto Carvalho, levando a região a um dinamismo pastoral, despertando nas comunidades eclesiais de base a catequese, atraindo vocações para a vida consagrada e religiosa, além do compromisso social nos mais variados segmentos que a conjuntura do momento exigia. Graças a compreensão do Concílio Vaticano II e suas respectivas Conferências Episcopais.

1011623_576650135756309_575988686_n

Foi coroinha de Dom Marcelo Carvalheira, e aos 13 anos já movimentava outros adolescentes, adultos e comunidades eclesiais de base. Aos 16 anos foi crismado pelo bispo Dom Marcelo; foi catequista da 1ª comunhão, de crisma e animador da  litúrgia na comunidade, além da organização social em prol das pessoas carentes, como membro do conselho da paróquia de N.S. da Luz, (Gaurabira). Junto com o povo, construiu em mutirão, a capela de N.S. das Vitórias, no bairro Bela Vista – Guarabira, como também a Igreja de Jesus Ressuscitado no bairro da Primavera. Revelou-se inclinado à arte religiosa, escultural, confecção e restauração de imagens. Aperfeiçoou a arte sacra junto as monjas Beneditinas do Mosteiro do Monte, Olinda-PE. A pedido do Bispo Diocesano criou um ateliê para atender ao Projeto Comunitário de Educação Popular (PROCEP), onde trabalhou por dois anos. Deixando este para ingressar na vida religiosa Beneditina (Mosteiro de São Bento / Goiás-GO).

1043968_576650139089642_146932896_n

 

Cronograma da  vida religiosa

 

1989

  • Entrou para o mosteiro da Anunciação do Senhor, na cidade de Goiás-GO, onde uniu oração contemplativa e a arte, ficando por 3 (três) anos;
  • Fez uma experiência de 30 dias com o projeto “Povo da Rua”, na baixada dos Glicérios, centro – capital de São Paulo e 60  dias com os “Sem terras” da região de Pirituba das cidades de Itapeva e Itaberá, no interior de São Paulo-SP;
  • Participou como apoio do mosteiro da Mãe de Deus das Candeias, Juazeiro do Norte-CE, onde residiu por 90 (noventa) dias;
  • Mosteiro da Escuta do Senhor em Chã-Grande – PE, onde residiu por 30 (trinta) dias.

 

1992

  • Deixou o mosteiro de Goiás e retornou para Guarabira, onde entrou no seminário Diocesano decidido a ser padre. Cumprindo a etapa de propedêutico, foi enviado por Dom Marcelo Carvalheira ao seminário de N.S. da Assunção em Cajazeiras-Pb, junto com outros cinco companheiros para o curso de Filosofia coordenado pelo Pe. Gervázio Queiroga. Fez pastoral nas paróquias de N.S. de Fátima – distrito de São José e Catedral de N.S. da Piedade.

 

1995

  • Cursou Teologia no Seminário Arquidiocesano da Paraíba Imaculada Conceição (SAPIC) de João Pessoa. Fez pastoral na Paróquia Menino Jesus de Praga, bairro dos Bancários em João Pessoa, atendendo as comunidades de Anatólia e Água Fria.

 

1996

  •  No Mês de junho, esteve na comitiva que acompanhou o arcebispo Dom Marcelo Carvalheira, na recepção do palio em Roma, por ocasião da festa de São Pedro e São Paulo, onde recebeu a benção de Sua Santidade, o Papa João Paulo II;
    • Fez pastoral na Paróquia de N.S. do Rosário (Bairro de Jaguaribe) na Área Pastoral Mãe do Redentor (Bairro do Cristo Redentor / João Pessoa).

 

1997

  • Participou da criação do seminário Pe. Ibiapina da Diocese de Guarabira no jardim Planalto, João Pessoa, neste referido ano, deixou a Diocese de Guarabira e passou a residir por conta própria, dando continuidade ao curso teológico. Trabalhou na arte-sacra, integrando a comissão que preparou a Catedral de Nossa Senhora das Neves, para receber o título de Basílica menor, adequando o presbitério, restaurando a imagem de Nossa Senhora das Neves, repondo novo mobiliário, além do douramento e decoração do retábulo mor, altares laterais e capela do santíssimo. Dentre outras, restaurou imagens do Cristo do mosteiro de São Bento.

 

1998

  •   Passou a residir na Paróquia de São José Operário,(Cruz das Armas), acolhido pelo Pe. José Marcílio. Ingressou na Arquidiocese da Paraíba, passando a estagiário na referida paróquia.

 

1999

  • Dia 29 de agosto, foi ordenado Diácono, pelo Arcebispo Dom Marcelo Carvalheira, na Igreja matriz de São José Operário, Cruz das Armas, em João Pessoa.

 

2000

  • Dia 08 de janeiro, na festa do Batismo do Senhor, pelas mãos do arcebispo da Paraíba Dom Marcelo Carvalheira, foi ordenado Padre da Igreja de Deus (ano jubilar do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo) e acolhido pelo presbitério desta arquidiocese;
  • Dia 09 de Janeiro, celebrou sua primeira missa na Igreja São Sebastião, em Pilõezinhos, sua terra natal;
  • Dia 27 de fevereiro, foi empossado solenemente pelo arcebispo Dom Marcelo Pinto Carvalheira como administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, cidade do Conde, no litoral sul, onde procurou reestruturar a paróquia que abrangia todo território correspondente ao município;
  • Num período de quase oito anos dinamizou a Paróquia por meio do incentivo pastoral aos grupos e movimentos. Criou outras pastorais e construiu o centro de Formação Pastoral Dom Marcelo Pinto Carvalheira; construiu as capelas: das Neves(Lot. N.S. das Neves), de Santa Luzia(Sítio Guarapú), Nossa Senhora de Guadalupe (Assentamento D. Antônia), Santo Antônio (Tambaba),  Santinho (Sítio Prazeres), Santo Antônio (Lot. N. S. Conceição) Co-matriz  São Joaquim e Sant’Ana, casa da Criança (Lot. N.S. Conceição); Restaurou a capela São João Batista (Jacumã), Restaurou a  Matriaz de N. S. da Conceição (Conde), capela N. S. de Fátima (Pousada), São Sebastião (Gurugí), São Severino (Mituaçú), Nossa Senhora da Conceição (Parípe) Nossa Senhora das Dores (Águas Turvas), São Benedito (Mata da Chica), São José (Willagem);
  • Construção da casa de apoio missionário (Gurugí) e restauração da casa Paroquial;
  • Deixou iniciado os seguintes projetos das capelas como ponto de missão e evangelização: Santo Antão (Capim Açú), Santo Expedito (Jardim Carnaúba), São Bento (Mamônas), Santa Teresinha (Rick Charles), Cruzeiro Zé de Lela e  Nossa Senhora do Bom Parto;
  • Terrenos com cruzeiros: São José 1T, Santa Rita 1T, Nossa Senhora de Fátima (Carapibus) 4T, Villagem 3T, , Nossa Senhora do Pérpetuo Socorro 1T (Mata da Chica II), Nossa Senhora das Vitórias 1T (Assentamento Frei Anastácio), Santa Marta (Terra Bela 1T).

 

2001

  • Passou a integrar o Conselho presbiteral, perdurando até o momento.

 

2008

  • Dia 31 de Janeiro, com ardor evangélico e espírito missionário, deixou a paróquia do Conde. Deixando encaminhada a criação da paróquia de São João Batista – Jacumã, a qual foi instalada à 24 de junho do mesmo ano;
  • Dia 02 de fevereiro, foi empossado solenemente pelo arcebispo metropolitano da Paraíba Dom Aldo Pagotto, como pároco da Paróquia  São Sebastião da cidade de Bayeux – PB.

 

2009

  • Foi o responsável pela criação da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus / Bayeux–PB;
  • Coordenador pastoral da Região Urbana Sul (11 paróquias) e diretor Espiritual da fraternidade (Pequena Família Franciscana).

 

2010

  • Graças e louvores ao Senhor, pois dia 08 de janeiro, celebrou 10 anos de ordenação sacerdotal.

2014

  •  Tomou posse como vigário na Paróquia São Pedro e São Paulo de Mamanguape.

Leia também