Tensão no Agreste: Polícia cerca fazenda, em Mogeiro, para cumprir ordem de despejo

Fazenda-Paraíso-mogeiro-5Mais de 300 policiais militares com cães e a cavalos estão, desde as primeiras horas de hoje (7), cercando a fazenda Fazendinha, em Mogeiro, para realizar o despejo de 60 famílias de posseiros que estão lutando pela terra. A informação é do deputado estadual Frei Anastácio, que está se dirigindo para a área atendendo ao chamado dos trabalhadores, para evitar que aja confronto.

Segundo o deputado, que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, todas as famílias são posseiras e passaram a vida toda trabalhando para a família do proprietário, Mário Silveira. “Elas estavam plantando, pela primeira vez, por conta própria. Fizeram mais de 50 hectares de plantação de feijão, milho e macaxeira. Mas, agora com o despejo tudo será destruído”, disse Frei Anastácio.

Nos últimos 20 dias, já foram registrados dois atentados na fazenda. No dia 29 de junho, oito capangas chegaram armados na fazenda ameaçando os posseiros. A polícia foi chamada e houve troca de tiros. Um capanga conhecido por “Bombado” foi preso com uma espingarda calibre 12, mas no dia seguinte já estava solto. Na noite de sábado passado, a polícia foi chamada porque os capangas estavam atirando nas famílias.

“Eles promoveram uma chuva de balas, no meio da escuridão. Só pararam de atirar depois que três viaturas da polícia chegaram à área e eles fugiram”, disse Frei Anastácio.

Gabinete do Deputado Frei Anastácio Ribeiro – PT/PB

Praça João Pessoa, s/n – Centro CEP. 58013 – 900

Telefones Gabinete: (83) 3214.4522/4521/Fone Frei:8861-7284

assessoria@freianastacio.com.br

www.freianastacio.com.br

Leia também