Trabalhadores rurais ocupam sede do Incra, em João Pessoa

 

 

Foto dois

 

Cerca de trezentos trabalhadores rurais de várias áreas da Paraíba, acompanhados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT),ocuparam, hoje (08), a sede do Incra, na Paraíba,para reivindicar, entre outras coisas, agilidade na vistoria e desapropriação  de terras.Eles prometem só sair das dependências do Incra, quando tiveram a pauta atendida.

Segundo o deputado estadual Frei Anastácio, essa mesma pauta foi apresentada à direção do Incra, no início de março e até agora não foi encaminhado nada. “Os trabalhadores não podem ficar sendo enganados assim. Prometem resolver os problemas e não fazem nada”, disse o deputado.

Segunda Tânia Maria de Sousa, da coordenação da CPT, os trabalhadores também estão solicitamos cestas básicas e três rolos de lonas para as famílias dos nove acampamentos: Paraíso (Pilar); Paraíso (Mogeiro); Salgadinho, Antas, Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto), Fazendinha, Pau-a-pique, Marinas e Ponta de Gramame. A CPT quer ainda a atualização dos cadastros das famílias acampadas.

 

Veja na íntegra, a pauta dos trabalhadores:

Ao Superintendente do INCRA na Paraíba – SR18

Sr. Francisco Rinaldo Maranhão de Figueiredo

De acordo com a pauta apresentada ao superintendente no dia 07 de março, solicitando providencias referente aos processos de aquisição das terras dos imóveis citados no oficio, a CPT juntamente com os agricultores, vem reivindicar agilização nos processos de desapropriação dos seguintes imóveis:

 

1. Paraíso de Pilar – Foi realizada a vistoria. Queremos saber se foi concluído o relatório, instruindo o processo e enviado para decreto.

2. Paraíso (Mogeiro) – Foi realizada a vistoria, com definição de preço. Estava em processo o diálogo com o proprietário para aquisição pelo 433 ou compra. Retomar o diálogo com o proprietário para negociação da área ou enviar o processo para decreto de desapropriação.

3.Salgadinho (Mogeiro) – Solicita o contato do INCRA com a proprietária Maria Luiza para abrir um canal de negociação da área pelo 433

4. Antas (Sapé) – Imóvel já desapropriado em fase de imissão de posse determinada pela Justiça. O proprietário entrou com o mandato de segurança e suspendeu a imissão de posse. O recurso já se encontra numa conta judicial. Solicita do INCRA dialogar com o proprietário para encontrar uma saída.

5. Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto – Caaporã) – Solicitamos a vistoria do imóvel.

6. Fazenda Fazendinha (Mogeiro) – Solicitamos a vistoria do imóvel.

7. Fazenda São José – Pau-a-pique (São José dos Ramos) – Conclusão do cadastro das famílias e vistoria do imóvel.

8. Marinas – Informar como anda o processo na Justiça

9. Ponta de Gramame – Entrar em contato com a Prefeitura para informação do processo de anulação do Loteamento Vale da Palmeira.

10. Tambauzinho – Informar como anda o processo na Justiça.

– Solicitamos cestas básicas e três rolos de lonas para as famílias acampadas nos nove acampamentos: Paraiso de Pilar, Paraiso de Mogeiro, Salgadinho, Antas, Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto), Fazendinha, Pau-a-pique, Marinas e Ponta de Gramame.

– Atualização dos cadastros das famílias acampadas.

 

Sem mais para o momento, agradecemos a atenção.

 

___________________________________

Tânia Maria de Sousa

                                                           Coordenação da CPT

                                                                    Fone:99985-2496

 

 

Leia também